BERÇÁRIO (3 A 18 MESES)

AS FAMÍLIAS encontram uma unidade com:
  • Atendimento individualizado com orientações, acolhimentos e esclarecimento de dúvidas sanando angústias comuns de pais de “primeira viagem”.
  • Tranquilidade, transparência e envolvimento na rotina do bebê.
  • Profissionais capacitados, treinados e preparados para situações emergenciais.
  • Recepção e auxílio para embarque e desembarque.
  • Coordenação Pedagógica com experiência garantindo uma gestão de qualidade. Esse gestor é sempre presente, conhece minuciosamente a logística do berçário, a rotina dos bebês e suas particularidades.
  • Diretores e mantenedores participando ativamente de todo processo gerencial, garantindo a assertividade nas tomadas de decisões.
  • Escola de Pais com encontros mensais para acolher angústias do desenvolvimento infantil, rotina, alimentação, e outros.
AS CRIANÇAS são privilegiadas com:
  • Espaços e ambientes planejados para proporcionar proteção, segurança e acolhimento;
  • Projetos, Atividades planejadas e Brincadeiras que incentivam o aspecto cognitivo, motor, o social e afetivo;
  • Brinquedos e Jogos selecionados para incentivar, motivar e encorajar os bebês a se desenvolverem no dia a dia. Eles trabalham a autonomia, as percepções, os sentidos, a fala, o engatinhar, o andar…
  • Equipe especializada e capacitada a oferecer cuidados, carinho, segurança, higienização, proteção…
  • Projeto de Educação Alimentar com nutricionista;
  • Musicalização proporcionando momentos de concentração, socialização e oralidade.

PROPOSTA PEDAGÓGICA

EIXOS NORTEADORES

Procuramos oferecer ao longo do ano, ferramentas diversas a fim de alcançarmos com sucesso o desenvolvimento e a aprendizagem de cada aluno sempre respeitando as características individuais de cada um, assim como suas limitações.

No Berçário, todo trabalho pedagógico é voltado para:

LINGUAGEM ORAL

Quando o bebê se expressa com gritos ou gestos, ele tem uma intenção.

Para que a linguagem oral se desenvolva é importante reconhecer a intenção comunicativa dos gestos e balbucios dos bebês, e responder a eles e ainda promover a interação no grupo. Para que ele continue desenvolvendo suas habilidades com a fala, é preciso estimulá-lo a conversar, cantar e ensinar! São essenciais para um bom desenvolvimento.

PERCEPÇÕES SENSORIAIS

Os bebês vão aprimorando suas percepções, inicialmente imaturas, através da exploração sensorial do ambiente e da integração dos estímulos.

Os estímulos do tato, olfato, audição, visão e paladar o bebê começa a explorar e comunicar com o que está a sua volta, com isso conhece melhor o seu corpo e seus movimentos.

ASPECTOS SOCIAIS E AFETIVOS

Brincar é fundamental para o desenvolvimento dos bebês. Entre o nascimento e os 3 anos, as habilidades sociais da criança gradualmente amadurecem. Desde o momento em que nasce, o bebê aprende a se adaptar e a responder às pessoas em volta.

Até os 18 meses de vida, o bebê ainda se mostra egocêntrico, faz parte do desenvolvimento, do amadurecimento e da formação da personalidade. Os cuidadores / educadores tem o papel socializador e de proporcionar momentos em que os bebês possam se conhecer, se tocar, perceber um ao outro.A medida que a criança se aproxima de 2 anos, a ideia de brincar ao lado de outra, eventualmente com alguma troca, começa a se fazer presente. É o início da socialização que vai aumentando, até que o brincar em grupo, a, troca de carinho e o cuidado consigo e com o outro se torna algo muito divertida.

PSICOMOTRICIDADE

Contribui de maneira expressiva para a formação e estruturação do esquema corporal e tem como objetivo principal incentivar a prática do movimento em todas as etapas da vida de uma criança.

De fato, são as brincadeiras do seu bebê com seu corpo, quando rola, engatinha, tira e põe objetos uns dentro dos outros, alterna movimentos opostos, como os de abaixar e levantar, puxar e empurrar, abrir e fechar, esconder e achar, andar com mais firmeza, trazendo força, equilíbrio e segurança.O conceito de psicomotricidade é mais visível do ponto de vista do desenvolvimento infantil, pois, as crianças aprendem muito mais através do movimento, do toque, do observar e tentar fazer.

IDENTIDADE E AUTONOMIA

Construir a identidade implica conhecer os próprios gostos e preferências e dominar habilidades e limites, sempre levando em conta a cultura, a sociedade, o ambiente e as pessoas com quem se convive (construção da identidade está nas pessoas com as quais a criança estabelece vínculos). Esse autoconhecimento começa no início da vida e segue até o seu fim, mas é fundamental que alguns conhecimentos sejam adquiridos ainda nos primeiros anos de vida.

Nesta fase explorar o eixo identidade e autonomia envolve ajudar os pequenos a desenvolver o reconhecimento da própria imagem. O objetivo é que eles se identifiquem como seres únicos, com corpo, hábitos e preferências próprias. Ao mesmo tempo, é desejável que os bebês ganhem independência progressiva para tanto para realizar ações cotidianas, como brincar e se expressar por meio da linguagem, quanto para o cuidado com a higiene e a alimentação. O caminho privilegiado para conseguir esse desenvolvimento são as atividades de interação, que possibilitam a criação de vínculos afetivos e o aprendizado das regras para a vida em sociedade.

UNIDADE I (BERÇÁRIO E MATERNAL)

Endereço: Rua Duque de Caxias, 987 e 991 – Campinas – SP |

Telefone: (19) 3233-(ver telefone)